novembro 29, 2021

Fofoca

Notícias sobre as manchetes de Portugal no NewsNow: o balcão único para

Portugal tem uma das taxas de inflação mais baixas da União Europeia – EURACTIV.com

Portugal é um dos países da UE com as taxas de inflação mais baixas, disse quarta-feira o ministro das Finanças, João Leão, acrescentando que o aumento foi considerado temporário e reiterou um aumento salarial de 0,9% no sector público.

Segundo estimativas do governo, Portugal é “um dos países com menor taxa de inflação”. O ministro das finanças disse, Salientou que o declínio começará a partir do próximo ano.

Jono Leo falou aos jornalistas à margem da cimeira anual da Comissão de Supervisão dos Seguros e Fundos de Pensões (FSA), em Lisboa, onde dados divulgados hoje pelo Eurostat mostram que a taxa de inflação anual subiu. Em outubro, a zona do euro e a União Europeia (UE) ultrapassaram a barreira dos 4% pelo quarto mês consecutivo.

Na área do euro, a inflação subiu para 4,1% em outubro, de -0,3% no mesmo mês de 2020 e 3,4% em setembro.

Malta (1,4%), Portugal (1,8%), Finlândia e Grécia (2,8% cada) registaram as taxas de inflação homólogas mais baixas em outubro, de acordo com o European Statistics Office.

Sublinhando a situação em Portugal, disse, as medidas tomadas para estabilizar os preços no sector eléctrico “não aconteceram” noutros países.

Questionado sobre se faz sentido o reajuste salarial dos servidores públicos ser de 0,9% no contexto atual, o ministro disse que a inflação média dos últimos 12 meses – o que é um sinal de alta – deve ficar próxima a esse valor. Levando em consideração os dados conhecidos até outubro.

“Agora vamos verificar o que é inflação [average of the last 12 months known in December] Precisamos fazer essa atualização, mas a estimativa atual e o que sabemos a partir de outubro é de 0,9%, e os números indicam que é de 0,9% ”, disse.

READ  Eliminatórias para a Copa do Mundo: Portugal Press vai para Portugal: Pena, Vergonha do Mundo, Pequena Ambição ...

Sobre a necessidade de ações para conter o aumento de novos casos do Govt-19, o ministro destacou a necessidade de ação antecipada. Passos devem ser dados.

(Lucilia Diego | Lusa)