setembro 24, 2022

Fofoca

Notícias sobre as manchetes de Portugal no NewsNow: o balcão único para

Portugal está na “fase oportunista” de flexibilização dos controlos

Os profissionais de saúde pública consideram que Portugal está no “estágio certo” para pensar em flexibilizar os controlos relacionados com a epidemia, mas defendem que deve ser “progressivo, proporcional e cauteloso”.

“Estamos em um ponto perfeito para pensar em facilitar os controles porque estamos na direção descendente da onda Omicron com Rt. [transmissibility index] Abaixo de 1 e menos casos”, disse Gustavo Tato Borges.

Na quarta-feira, falou com a Lusa, presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública, sobre o próximo encontro de informantes para analisar a evolução da situação da Covit-19 em Portugal.

Segundo Gustavo Toto Borges, ainda existe uma “alta prevalência” do vírus SARS-Cov-2, com mais de 5.000 casos por 100.000 cidadãos nos últimos 14 dias, o que é “excelente”, segundo o Centro Europeu de Controlo. E a imunização (ECDC) é de 120 casos por 100.000 habitantes.

“Por isso, a desoneração das ações deve ser progressiva, proporcional e prudente”, argumentou.

Na sua opinião, o que começa a mitigar neste momento é a obrigatoriedade de emissão de certificados de vacinação para entrada em diferentes locais porque “a grande maioria” da população elegível foi vacinada ou se recuperou.

Nessas circunstâncias, o certificado de vacinação e o certificado de teste também podem ser descartados.

Mas, segundo o médico sanitarista, devem continuar a exigir “três condições básicas”: acesso a unidades de cuidados continuados em hospitais, lares e comunidade, bem como acesso a grandes eventos.

De acordo com Gustavo Tato Borges, o limite máximo de lotação para espaços comerciais pode ser reduzido por deixar de ter grandes benefícios, além de deixar de usar a máscara em áreas externas porque está “começando a entrar no bom tempo. onde a circulação de ar é favorável.”

READ  As 30 Melhores Críticas De sou luna Com Comparação Em - 2022

Estes são os “passos básicos” que podem ser alterados nesta fase.