setembro 24, 2022

Fofoca

Notícias sobre as manchetes de Portugal no NewsNow: o balcão único para

Informações ocidentais mostram que a China pediu à Rússia que adiasse a invasão até depois das Olimpíadas

Informações ocidentais mostram que a China pediu à Rússia que adiasse a invasão até depois das Olimpíadas

Autoridades norte-americanas veem o relatório como oficial, mas seus detalhes estão abertos à interpretação, de acordo com uma fonte familiarizada com a inteligência. Embora o pedido tenha sido feito no momento em que o presidente russo Vladimir Putin estava em Pequim para a cerimônia de abertura das Olimpíadas – onde se encontrou com o presidente chinês Xi Jinping – não está claro no relatório se Putin abordou o assunto diretamente com Xi. , disse a fonte.

Tempos de Nova York mencionado pela primeira vez Existência do relatório.
Oficiais de inteligência ocidentais estavam observando com cautela o acúmulo de Putin na fronteira ucraniana na época e especularam que Putin poderia adiar qualquer ação militar até depois das Olimpíadas para evitar irritar a China. Depois de Putin e algo assim Uma reunião à margem dos jogosMoscou e Pequim emitiram uma declaração conjunta declarando sua parceria “sem fronteiras” e condenando a expansão da Otan – um dos pilares da justificativa de Putin para atacar a Ucrânia. Esta declaração levantou as preocupações do Ocidente sobre a florescente aliança entre a China e a Rússia.

“As alegações mencionadas nos relatórios relevantes são especulações infundadas e visam transferir a culpa e desacreditar a China”, disse Liu Bingyu, porta-voz da embaixada chinesa em Washington.

A CNN entrou em contato com a Embaixada da Rússia em Washington para comentar.

Esta história foi atualizada com detalhes adicionais.

READ  Reino Unido apreende avião particular suspeito de ligações com oligarcas russos