dezembro 7, 2022

Fofoca

Notícias sobre as manchetes de Portugal no NewsNow: o balcão único para

68% das mortes do governo em novembro foram vacinadas

Em novembro, 65% dos que morreram de Govt-19 haviam recebido uma imunização completa contra a doença, e 3% já haviam tomado a dose de reforço, enquanto quase um terço (32%) não havia sido vacinado ou tinha uma vacina incompleta .

Esses dados fazem parte do relatório mensal de monitoramento das “linhas vermelhas” do Covit-19, que mede a mortalidade e a taxa de mortalidade dos casos diagnosticados em novembro, “três a cinco vezes menor do que aqueles que estão totalmente vacinados.

O estudo, realizado pela Diretoria Geral de Saúde Pública e pelo Instituto Ricardo George, atesta que a dose de reforço reduz o risco de morte por covit em pessoas com mais de 80 anos que são convocadas pela primeira vez aos postos de vacinação após o verão. -19 foi quase reduzido pela metade em comparação com aqueles que tomaram “apenas” duas doses.

A consolidação dos dados de internações por estado vacinal só é possível dois meses após o diagnóstico, dependendo do risco de internação. Portanto, entre 1o e 31 de outubro de 2021, “os casos com um esquema de imunização completo têm aproximadamente duas a seis vezes menos probabilidade de serem hospitalizados do que os não vacinados”.

READ  Principal oposição de Portugal está reelegendo um líder moderado com a aproximação das eleições