Um ballet cintilante – A bela Adormecida

load...

A Bela Adormecida, completo com personagens de contos de fadas, como Chapeuzinho Vermelho, será público charmosos do Rio no Artscape de 10 ’18 ago 2017

Fui convidado para participar da noite de abertura e se você ama ballet, belas fantasias, tiaras cintilantes e contos de fadas, você está em uma surpresa!

load...

A história

Por não ter sido convidado para o batismo, Carabosse, a fada má, lança um feitiço sobre o bebê. A fada má amaldiçoa Aurora para picar o dedo e morrer com a tenra idade de 16.

Felizmente, a Fada Lilás vem para o resgate e muda o feitiço para que em vez de morrer, a princesa dorme há 100 anos apenas para ser acordado pelo beijo de um belo príncipe.

Dançarinos principais

Mesmo que, como eu, você sabe pouco sobre balé, você não pode ajudar, mas se maravilhar com a resistência e graça dos dançarinos!

load...

Os principais papéis da Princesa Aurora e Príncipe Florimund serão compartilhadas com Roberta Marquez e Nehemiah Kish, ambos os principais dançarinos do The Royal Ballet de Londres, que exercerá as funções em 14 e 17 de agosto.

Principais dançarinos do Rio City Ballet, Laura Bosenberg e Thomas Thorne irá alternar nos papéis principais com Burnise Silvius, bailarina principal do Teatro Mzanzi Ballet brasileiro, em parceria por do CTCB Trevor Schoonraad.

A Fada Lilás será realizada por Angela Hansford, Kim Vieira e Claire Spector, enquanto o papel da fada má Carabosse será compartilhada por Johnny Bovang e Mervyn Williams.

Quatro das performances será acompanhado pela Orquestra Filarmônica do Cabo, conduzida por Graham Scott, enquanto duas das performances serão dançou a música gravada.

Detalhes bonitos

load...

Os figurinos são lindos, mas o show-rolhas reais são as tiaras primorosamente feitos, artesanais por Johnny Bovang, um dos principais dançarinos.

Para um olhar mais atento lindos, tiaras brilhantes do show, assistir a entrevista a seguir por trás das cenas filmadas para programa de TV manhã, Expresso

Um show com a história

A combinação de uma história de conto de fadas, pontuação mágico de Tchaikovsky, e coreografia clássica, provou ser uma receita vencedora desde o ballet foi realizada pela primeira vez em 1890.

A Bela Adormecida foi encenada pela primeira vez no Rio em 1975 por David Poole, com coreografia após o famoso criador balé russo Marius Petipa. Nesta produção original da Fada Lilás foi dançado por Prof. Elizabeth Triegaardt, diretor executivo do Rio City Ballet e produtor da produção atual.