Michael Jackson e Rihanna são processados por músico camaronês

"Mama-say mama-sa, ma-ma-coo-sa". Esse trecho retirado de um cântico no dialeto Duala rendeu processo por plágio para dois popstars da música internacional.

Os cantores Michael Jackson e Rihanna estão sendo processados pelo músico camaronês Manu Dibango, de 75 anos, por utilizarem um trecho de sua canção "Soul Makossa", nas músicas "Wanna be startin’ something" e "Don’t stop the music", respectivamente.

O cantor africano entrou com uma ação no Tribunal de Paris pedindo uma indenização de 500 mil Euros para os dois cantores.

O singelo trecho em dialeto africano já havia rendido um processo contra Michael Jackson há alguns anos. Porém, na época, Jackson admitiu ter se inspirado na música “Soul Makossa" e chegou a um acordo com Manu Dibango.

Mas, em 2007, quando Rihanna pediu autorização para Michael Jackson para samplear o seu hit, o cantor não teria avisado Dibango e seus advogados.

A Justiça francesa vai se pronunciar sobre o caso no dia 17 de fevereiro.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *