Mariana Bridi morre vítima de infecção generalizada

A modelo Mariana Bridi, de 20 anos, não resistiu às cirurgias em decorrência da evolução de uma infecção urinária e morreu na madrugada do último sábado (24) no Hospital Dório Silva, em Serra (ES). Mariana, que era Ex-Miss da Américas e finalista do concurso de beleza Miss Mundo, estava internada desde o dia 3 de janeiro e foi vítima de uma infecção urinária rara, que antes da morte amputou suas mãos e pés, além de ter sido retirado seu o estômago.

Considerada o quarto rosto mais belo do mundo no ‘Face of the Universe’, disputado na África do Sul, Mariana Bridi começou a se sentir mal no último dia 30 de dezembro, quando foi ao hospital pela primeira vez, queixando-se de dores fortes, segundo informações do namorado, Tiago Simões, 29 anos.

Depois do diagnosticado uma cólica renal, a modelo foi medicada e sentiu melhora no quadro. No dia 2 de janeiro, a modelo apresentou sinais de infecção urinária, como febre e dores. No dia seguinte, deu entrada novamente ao hospital tendo sido diagnosticada uma infecção urinária que se transformou em uma infecção generalizada.

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde, Mariana sofreu um choque séptico provocado por bactérias pseudomonas aeruginosas, resistentes a antibióticos. A este quadro clínico, acumulou-se uma insuficiência renal aguda, que provocou a compressão dos vasos sanguíneos periféricos e provocou a morte das células das mãos e dos pés.

Considerado um caso raro pelos médicos, a infecção é provocada pela bactérias pseudomonas aeroginosas, que estão presentes no corpo humano sem agredi-lo. Mas, em casos excepcionais, quando há predisposição, tornam-se fatais.

Mariana foi velada e enterra em Marechal Floriano, na região serrana do Espírito Santo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *