Decoração interior: sugestões e dicas.

Interior projetar um processo

Passo 1: As decisões

Por exemplo, imagine quanto espaço é amarrado nos livros que comprou, mas nunca leu? Se você não está indo para lê-lo, encontrar uma outra casa para ele. Doar para uma biblioteca ou dá-lo a um amigo que pode valorizá-lo. Uma boa regra de ouro é se você não usou algo em um ano, você não precisa ou quer. Se o livro é estimado por sua beleza ou valor, em seguida, exibi-lo em um quarto seria muito melhor, em seguida, deixá-lo recolher poeira em uma caixa em algum lugar. Todos nós precisamos de tomar essas decisões, ame-o ou deixe-o!

Muito provavelmente, ele está em sua lista de coisas para passar, e foi lá por meses ou mesmo anos. Às vezes não percebemos que não queremos alguma coisa, porque temos vindo a colocar-se com ele por tanto tempo e nos acostumamos a ele. Como aquela pilha de coisas em uma cesta ao lado do sofá ou uma gaveta em uma mesa sem uso de idade.

Portanto, certifique-se de cuidar das ‘coisas para fazer a lista! Uma boa maneira de fazer isso é considerar todas as coisas que você possui e se você não tem certeza se você precisa de um item, pllace um adesivo dot nele com a data. Se você usar esse item dentro de um ano, remova o adesivo. Se você não usar o item dentro de um ano, encontra-se uma casa para ele em outro lugar.

Passo 2: Encontre seu estilo

Criar uma idéia clara do que é que você gostaria de retratar de si mesmo. Talvez você seja uma pessoa em conforto e facilidade de manutenção, ou talvez você é uma pessoa criativa, que gostaria de usar sua casa para destacar novos projetos, novas relações, ou uma nova carreira. Seja qual for a sua personalidade, começar agora por estreitar o estilo específico você será estar confortável com. Lembre-se, ser específico é a chave aqui. Faça uma lista das qualidades, tirar uma foto, cortar fotos de revistas, fazer o que puder para obter uma imagem o mais específico possível. Encontrar coisas que o inspiram.

Passo 3: Como para Design de Interiores ajuda

A palavra-chave aqui é pedir! Perguntando onde alguém tem suas idéias não vai te matar. Procure idéias no mundo ao seu redor. Às vezes temos medo de perguntar onde alguém que admiramos lojas para as belas coisas que enchem a sua casa, mas se você admira alguém interior, em seguida, deixá-los conhecê-lo. Outros tipos de colaboração pode incluir a pedir ajuda para limpar sua garagem, a fim de construir o seu novo estúdio, pedindo amigos para vir para um jantar porque você deseja obter uma perspectiva sobre como seu espaço de vida será utilizada e onde as pessoas se reúnem ou pedir a alguém para olhar por cima do seu desenho e fotos, um novo olhar para o que você está tentando alcançar pode obter algumas grandes ideias oferecidos. Você não tem que fazer isso sozinho.

Passo 4: A confiança

A única atitude número que você deve ter é confiança. Isto pode ser conseguido por perceber que o design interior é algo que você não pode falhar em, porque só você está indo para viver nele. Se você estiver confortável, você pode estar confiante e se divertir. Dê uma olhada em suas ideias, fotos e desenhos. Eles estão cheios de decisões que você fez. Decidir o que você quer realmente dá uma sensação maravilhosa.

Passo 5: Aqui o primeiro passo

Começar a organizar e recuar para ver o que você tem feito. Comprar algo que você ama e colocá-lo em um lugar de honra e trabalhar a partir daí. Depois de ter de-desordenado e dispostos basta ir para ela!

Qualquer um pode fazer decoração de interiores. Se você quiser ir por uma regra, procure em livros e siga os passos. Muitos bons de decoração de interiores livros irá dizer-lhe a diferença entre o Art Deco e elisabetano, por exemplo, ea maioria tem etapas que você pode seguir. Então, você tem muitas opções e pode chegar a sua casa para ser confortável para você. Apenas no salto e deixar sua personalidade brilhar.

Estes cinco passos são projetados para ajudá-lo a ser mais aberto para o seu próprio estilo e a inspiração que o mundo tem para você. Se você trabalhar com estes passos, você será capaz de encontrar um equilíbrio entre conforto e design, evitando algumas das tensões e encontrar-se em um sentido real da casa que você ama. Boa sorte!