5 benefícios negligenciados do exercício

Os benefícios do exercício

Embora muitos dos benefícios do exercício pode ser visto na perda de peso eficaz, tonificação e flexibilidade muscular, há alguns que não são tão óbvias.

Aqui estão cinco benefícios do exercício que muitas vezes são esquecidos:

1. Ele reduz o risco de quedas

Exercício fortalece os músculos, ajudando a prevenir a fraqueza muscular relacionada à idade (que é conhecido como um ‘sarcopenia’). Um programa de condicionamento físico regular também pode ajudar a manter um bom equilíbrio e melhorar o seu tempo de reação, o que ajuda a reduzir o risco de queda.

2. Isso o torna mais sociável

3. Mantém doenças na baía

Quando você se exercita, você está dando o seu corpo a chance de aumentar seu sistema imunológico e até mesmo combater a doença. O exercício é conhecido para ajudar a evitar doenças, tais como diabetes, obesidade e hipertensão. Ela ajuda o coração um melhor desempenho, para que o sangue possa circular em torno do seu corpo de forma mais eficaz, que ajuda o funcionamento de seus órgãos.

4. Além disso, melhora o seu humor

Quando você trabalha fora, seu corpo libera substâncias químicas conhecidas como endorfinas. Endorfinas fazer você se sentir bem e aumentar seus sentimentos de felicidade.

5. Ele aumenta sua auto-estima

Intimamente ligada ao fato de que você se sente mais feliz quando você se exercita, seguindo um programa de condicionamento físico regular também pode aumentar a sua auto-estima.

O exercício regular melhora seu estilo de vida e pode ajudá-lo a se sentir bem sobre o seu corpo. Além do mais, tonificar os músculos através de exercícios vai aumentar sua confiança quando suas roupas começar encaixe melhor do que nunca.

Para mais dicas de fitness e exercícios, clique aqui

Enquanto esforços All4Women para garantir artigos de saúde são baseados em pesquisa científica, artigos de saúde não deve ser considerado como um substituto para o conselho médico profissional. Se você tiver preocupações relacionadas com este conteúdo, é aconselhável que você converse com seu médico pessoal.