10 deficiências nutrientes que podem levar a depressão.

Você não se sente em plena forma ultimamente? É possível que você tenha pego um resfriado ou uma infecção. Mas você também pode estar diante de uma deficiência nutricional que faz você cansado, inquieto ou mesmo náuseas.

A boa notícia é que é possível corrigir essas deficiências. Você pode trabalhar com um médico de saúde integrativa para determinar suas deficiências nutricionais e como combater os efeitos associados. Vamos olhar para as deficiências nutricionais que podem levar à depressão …

1. Omega-3 Fatty Acids

Você provavelmente já ouviu falar de ácidos graxos ômega-3 que podem ajudar a diminuir o seu colesterol e contribuir para a saúde do seu coração. Mas ácidos graxos Omega-3 também desempenham um papel importante na função cerebral, especialmente memória e humor.

load...

Para incorporar mais ácidos graxos ômega-3 em sua dieta, comer mais sementes de linho, óleos de peixe e nozes. Coma filetes de peixe rico em ácidos gordos ómega-3, tais como salmão, atum e alabote. Você também pode tomar suplementos de ômega-3 cápsulas.

2. Vitamina D

Muitas vezes ouvimos de deficiência de vitamina D no inverno, porque a vitamina D é adquirida por passar o tempo no sol. No inverno, nós tendemos a evitar o frio por ficar no interior, o que pode levar a uma deficiência de vitamina D e sentimentos depressivos.

load...

Para combater a falta de vitamina D, obter caminhada regular no sol, sim, mesmo no inverno. Os especialistas recomendam entre 5.000 e 10.000 UI (unidades internacionais) por dia. Você também pode tomar suplementos de vitamina D, encontrados em farmácias.

3. Magnésio

US Estima-se que metade da população tem algum tipo de deficiência de magnésio. Se você faz parte desse percentual, aumentar suas reservas de magnésio usando suplementos. Ou tentar comer alimentos ricos em magnésio, como algas, legumes e feijão verde.

É também interessante notar que o consumo excessivo de álcool, sal, açúcar, café ou de sódio pode reduzir as reservas de magnésio e conduzir a depressão. O estresse também pode afectar adversamente os níveis de magnésio.

4. A vitamina B

Há muitas razões para incorporar mais vitamina B em sua dieta. Vamos começar com o fato de que esta vitamina pode reduzir significativamente o risco de acidente vascular cerebral. E se isso não for suficiente, considere isto: a vitamina B pode ajudar a tornar a sua pele e mais saudável e unhas e mais brilhantes, o que dá ao seu corpo uma aparência mais jovem e vibrante.

Mas a deficiência de vitamina B pode ter efeitos graves. Na verdade, a Clínica Mayo observa que uma deficiência nesta vitamina pode ser ligado a distúrbios de saúde mental. De acordo com uma clínica de pesquisa, cerca de um quarto das mulheres diagnosticadas com depressão grave apresentaram deficiências em vitamina B12.

5. Ácido Fólico

O ácido fólico, que está presente em vegetais de folhas verdes, feijão, frutas cítricas e legumes, é um nutriente importante. Os especialistas do Departamento de Saúde e Serviços Públicos US argumentam que, se consumidos em quantidades adequadas (cerca de 400 mg por dia), ácido fólico pode ajudar a prevenir problemas de gravidez, doenças do sangue e até mesmo câncer .

Os riscos de deficiência de ácido fólico são graves o suficiente. Além de levar a defeitos de nascimento (em mulheres) e aumentar o risco de câncer, essa deficiência também pode afectar a sua saúde mental. Na verdade, os baixos níveis de ácido fólico pode até mesmo impedir alguns antidepressivos populares funcionar corretamente.

6. Aminoácidos

Os aminoácidos são bem conhecidos por serem os blocos de construção de proteína; eles desempenham um papel vital para o bom funcionamento dos músculos e cérebro. Os aminoácidos estão presentes em uma ampla variedade de alimentos benéficos para a saúde, ovo carne através de peixe, feijão, sementes e nozes.

As consequências de não ter aminoácidos suficientes em sua dieta pode ser grave. Os especialistas em saúde acreditam que a deficiência de aminoácidos pode causar sensações letargia, tonturas e até mesmo depressão grave.

7. Ferro

Muitas mulheres experimentam as consequências da deficiência de ferro, porque afeta aproximadamente 20% das mulheres (e 50% em mulheres grávidas). O tipo mais comum de anemia por deficiência de ferro, que simplesmente indica uma baixa contagem de células vermelhas do sangue.

A deficiência de ferro pode torná-lo deprimido, cansado, irritado e até mesmo confuso. Para aumentar a sua ingestão de ferro, certifique-se de consumir mais carne vermelha, peixe ou frango. Note também que as sementes de abóbora são ricas em ferro.

8. Zinco

No corpo humano, o zinco é um mineral extremamente importante. Na verdade, de acordo com pesquisa da Universidade de Oregon, zinco é usado por mais de 300 enzimas, o que é importante, pois desempenha um papel vital no sistema digestivo e na decomposição dos alimentos continha nutrientes.

O zinco também prevenir alergias alimentares e desempenha um papel importante na estimulação do sistema imune e redução da inflamação. Portanto deficiência de zinco é tão problemático. Pessoas que sofrem de deficiência de zinco são mais propensos a ficar doente por muitas razões e em diferentes maneiras. Homens devem consumir 11 mg de zinco por dia e mulheres 8 mg.

9. Iodo

Você pode não estar ciente de que o iodo, que está presente na enriquecido com iodo sal, algas, camarão e bacalhau, é uma parte importante da nossa dieta. A deficiência de iodo pode, portanto, revelar-se catastrófica – causando a sensação de fadiga, doença e até mesmo confusão, de acordo com o Global Healing Center.

De fato, estudos têm demonstrado que a deficiência de iodo pode retardar o crescimento e contribuir para a depressão. Se você é amante de alimentos ricos em iodo, tomar um suplemento dietético. Os especialistas recomendam 150 mcg (microgramas) por dia.

10. Selênio

O selênio desempenha um papel importante no bom funcionamento do nosso tireóide ajudando a conversão do hormônio da tireóide inativa T4 ao hormônio T3 ativa tireóide. Quando nós não consomem o suficiente, nós tendem a se sentir nós cansado, tonturas e vertigens.

Certifique-se de comer alimentos ricos em selênio como castanha do Pará ou tomar um suplemento diário de pelo menos 55 microgramas. Para o registro, uma pesquisa do escritório de suplementos dietéticos do Instituto Nacional de Saúde mostra que o Brasil nozes contêm cerca de 544 microgramas de selênio por 30 g.

load...